Itaguaí alcança categoria B no Mapa do Turismo Brasileiro

Os municípios são divididos de A a E, conforme número de empregos, de meios de hospedagem formais e previsão de fluxo de visitantes nacionais e estrangeiros.

Anúncios

Itaguaí tem um motivo para comemorar: a cidade está ocupando espaço na categoria B do Mapa do Turismo Brasileiro. Em nível estadual, atualmente, ela divide a mesma posição com outras cidades como Arraial do Cabo, Rio das Ostras e Teresópolis. Em nível nacional, Itaguaí encontra-se no mesmo patamar de Ouro Preto (MG), Maragogi (AL), Fernando de Noronha (PE) e Blumenau (SC), municípios turísticos que também foram categorizados como B no Mapa do Turismo Brasileiro.

“Itaguaí tem maravilhas que o seu próprio povo desconhece. Além das belezas naturais, temos monumentos históricos, trilhas e esportes radicais. Ao ser promovido pelo Ministério do Turismo, o município certamente ganhará em projeção turística estadual e nacional”, disse o coordenador de Turismo de Itaguaí, Sérgio Félix Câmara.

Visitar Itaguaí é uma boa oportunidade de desfrutar das belezas naturais da região e conhecer um pouco mais da história do Brasil. Com pontos turísticos como as cachoeiras do Mazomba, o Ponto dos Voadores, a Estrada Real da Serra da Calçada, construída no século XVIII e que serviu de passagem para Dom Pedro I e sua comitiva.

O Mapa do Turismo Brasileiro é um instrumento do governo federal para acompanhar o desempenho da economia do turismo nos municípios e serve também como balizador de políticas do setor e direcionamento de verbas federais. O catálogo é elaborado pelo Ministério do Turismo e é válido para o biênio 2018/2019.

Estar bem colocado no mapa permite que os governos municipais pleiteiem investimento no turismo na cidade. Os valores disponibilizados variam de acordo com a categoria do município solicitante. O Ministério do Turismo apoia custos com cachês de artistas e bandas musicais previamente cadastrados no ministério; a divulgação do evento em rádio, televisão, jornal e revista; e a locação de gerador, banheiro químico, tenda e palco para eventos gratuitos com comprovado caráter tradicional e de notório conhecimento popular que sejam realizados exclusivamente por órgãos públicos há pelo menos três edições.


Quer ficar sempre informado(a) sobre cultura e entretenimento na Baixada Fluminense? Então clique aqui e assine nossa newsletter. Você receberá as novidades da região em sua caixa de e-mail! Simples assim! 😉

Autor: Allan Reis

Iguaçuano, fotógrafo, graduando em Administração e pós-graduado em Planejamento Estratégico em Mídias Sociais. Idealizador do Cultura BXD e entusiasta de cultura digital.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s