Itaguaí alcança categoria B no Mapa do Turismo Brasileiro

Os municípios são divididos de A a E, conforme número de empregos, de meios de hospedagem formais e previsão de fluxo de visitantes nacionais e estrangeiros.

Anúncios

Itaguaí tem um motivo para comemorar: a cidade está ocupando espaço na categoria B do Mapa do Turismo Brasileiro. Em nível estadual, atualmente, ela divide a mesma posição com outras cidades como Arraial do Cabo, Rio das Ostras e Teresópolis. Em nível nacional, Itaguaí encontra-se no mesmo patamar de Ouro Preto (MG), Maragogi (AL), Fernando de Noronha (PE) e Blumenau (SC), municípios turísticos que também foram categorizados como B no Mapa do Turismo Brasileiro.

“Itaguaí tem maravilhas que o seu próprio povo desconhece. Além das belezas naturais, temos monumentos históricos, trilhas e esportes radicais. Ao ser promovido pelo Ministério do Turismo, o município certamente ganhará em projeção turística estadual e nacional”, disse o coordenador de Turismo de Itaguaí, Sérgio Félix Câmara.

Continue Lendo “Itaguaí alcança categoria B no Mapa do Turismo Brasileiro”

Carnaval 2018: Mapa da Folia na Baixada

Saiba onde acontecerão desfiles de blocos de rua, shows e demais eventos na Baixada Fluminense.

Diversos eventos carnavalescos estão na agenda da região este ano. Para te ajudar a decidir onde ir, criamos o Mapa da Folia na Baixada. Nele é possível conferir os pontos com eventos de carnaval e assim planejar melhor onde e quando cair na folia nas cidades da Baixada.

Cada ícone no mapa representa um local onde ocorrerá um evento. Clicando no ícone você poderá visualizar data, hora e um link para mais informações. No decorrer dos dias a quantidade de ícones no mapa aumentará pois incluiremos novas informações ao mapa. Por isso, volte sempre nesta publicação para acompanhar novas atualizações!

Confira o Mapa da Folia na Baixada Fluminense:

Continue Lendo “Carnaval 2018: Mapa da Folia na Baixada”

Carnaval 2018: Saiba como serão os festejos nas cidades da Baixada

Planejando curtir o carnaval na Baixada Fluminense? Então chegou ao lugar certo! Estamos realizando a cobertura completa dos preparativos da comemoração para você garantir sua diversão.

Carnaval da Baixada Fluminense.
Confira onde ir para se divertir no carnaval da Baixada.

Se depender dos foliões, o carnaval na Baixada Fluminense está garantido. Diversos blocos independentes sairão às ruas para a alegria dos adeptos da festa. Além disso, empreendimentos da região estão aproveitando a época e organizando atividades em função das comemorações.

Continue Lendo “Carnaval 2018: Saiba como serão os festejos nas cidades da Baixada”

Cinema na Baixada: onde curtir os filmes em cartaz

 

A região conta com algumas opções para quem curte um cinema no tempo livre e não quer se deslocar para muito longe.

Assistir a um filme na telona é uma experiência única. Decidir ir a um cinema no tempo livre ainda é privilégio de poucos no Brasil. Diversas cidades do país não possuem nenhuma sala de cinema. No caso da Baixada, apenas 6 cidades, das treze que compõem a região, contam com espaços de exibição. Quando analisamos o número de salas de cinema, Nova Iguaçu encabeça a lista da região com cerca de 14 salas. Mas você conhece todos os lugares na Baixada onde pode conferir aquela tão esperada estreia?

Continue Lendo “Cinema na Baixada: onde curtir os filmes em cartaz”

Secretaria de Cultura de Itaguaí cadastra agentes culturais

A Secretaria Municipal de Cultura de Itaguaí, de acordo com a Lei n° 3.481 de 14 de março de 2017, convoca os segmentos culturais (artistas, agentes culturais, espaços de cultura, prestadores de serviço e eventos culturais) para se inscreverem no SMIIC – Sistema Municipal de Informações e Indicadores Culturais. Este cadastro é obrigatório para todos que, no futuro, desejem prestar serviços, enviar projetos ou participarem dos projetos realizados pela secretaria. É obrigatória a residência no município de Itaguaí. O prazo termina dia 31 de agosto.

Confira os postos de cadastro:

Continue Lendo “Secretaria de Cultura de Itaguaí cadastra agentes culturais”